segunda-feira, julho 23, 2007

Breast friends




Não imagina a vida sem ele, mas alguma vez se questionou se usa o soutien certo?





Elas são assim. Directas, perspicazes e totalmente implacáveis. Na televisão não têm problemas em dizer a alguém que o seu guarda-roupa não presta ou deitar fora as suas peças favoritas. Mas serão elas assim tão sinceras quando se vêem ao espelho? São, acredite.



Prova disso é um dos seus livros - «What to wear can change your life» - em que Trinny e Susannah se despem de preconceitos e assumem elas próprias o papel de modelos, mostrando o que está certo ou errado em cada peça de roupa.



A lingerie, em especial o soutien, faz parte do seu dia-a-dia e da sua imagem mas, igualmente, da sua saúde. Trata-se de um assunto sério e mereceu até que Oprah fizesse um programa especial sobre ele, intitulado Bra Intervention, em que a apresentadora americana convidou a dupla britânica para resolver o problema que, nos Estados Unidos, afecta 85 por cento das mulheres: usar o soutien errado.



Deixamos-lhe aqui alguns conselhos para pôr em prática, desde já.





O ABC
Cada vez que precisa de comprar sapatos novos a ida às lojas é um prazer. Então por que será tão complicado comprar um soutien? Em primeiro lugar porque o próprio tamanho do peito pode mudar até seis vezes ao longo da vida, devido à idade, gravidez, perda ou ganho de peso.



Em segundo, porque a maioria de nós desconhece o seu tamanho. E, em terceiro,porque existem várias numerações no mercado, uma que inicia em 32 e outra cujo primeiro número é o 70 e, para complicar as coisas, incluem ainda letras.



Um dado importante a reter é que o número se refere à largura do tórax logo abaixo o peito e que a letra indica a largura e profundidade da copa, consoante o volume do peito. Por exemplo, para uma pessoa que use o 34 a copa correspondente será a B.



Contudo, se tiver o peito pequeno deverá usar a copa A, optando assim pelo soutien 34A.





A ETIQUETA
Um soutien pode ser composto por vários tipos de fibras que se dividem em três grupos principais: as fibras naturais, artificiais e sintéticas. As primeiras retiradas da lã, fio de seda, linho ou algodão são as mais antigas mas também as mais frágeis e requerem cuidados acrescidos.



As segundas, como a viscose, resultam do tratamento químico da celulose. O terceiro grupo, obtido pela investigação química, inclui o poliester, acrílico e elastano. Tratam-se de fibras sintéticas, resistentes e de fácil manutenção, que se tornaram famosas pelo nome de algumas marcas, como a lycra.



Os avanços tecnológicos têm permitido aperfeiçoar os materiais que, além de reduzirem o risco de alergias incluem, já versões concebidas especialmente para facilitar a respiração da pele.





PEITO PEQUENO
Um soutien não serve apenas para apoiar o peito, pode também embelezá-lo. Assim, se tem o peito pequeno, aposte em modelos com copa definida para realçar a silhueta ou em soutiens push-up, cuja estrutura (reforçada ou não com almofadinhas) centra e confere volume ao peito.
Esta é a melhor opção para usar decotes em V, por isso não caia no erro de escolher um tamanho abaixo do seu para realçar o peito.



Pode sim, escolher o modelo mais adequado ao que pretende vestir, optando por meia copa ou alças transparentes ou amovíveis, caso vista uma roupa mais decotada, ou texturas acetinadas para um look sensual.



Regra geral, os soutiens sem armação, embora confortáveis, tendem a reduzir ainda mais o seu volume e forma, descaracterizando-o.








Para quem tiver curiosidade: http://www.trinnyandsusannah.com/

Sem comentários:

Enviar um comentário