segunda-feira, novembro 14, 2005

Dar ao dedo...

Dar ao dedo é o que está a dar...
Com esta nova era das tecnologias, tem-se vindo a perder muito o hábito de comunicar directamente uns com os outros, esquecendo-se muitas vezes da comunicação dita verbal ou tradicional.
Passamos o dia a mandar SMS via telemóvel ou via Internet, pois são grátis. Isto em vez de “discarmos” o número de telefone de alguém e falar directamente com os outros, passando cada vez mais a isolarmo-nos.
O e-mail e os tão conhecidos “messenger” vieram substituir a tradicional carta.
Devido às mensagens escritas via telemóvel, parece-me que se desenvolveu uma nova linguagem com muitas das palavras deturpadas e abreviadas, a qual os jovens utilizam muito para “dar ao dedo” nos seus respectivos aparelhos telefónicos.
Será que nos tornamos uns forretas de palavras ou será só uma tendência, algo que está na moda?
O telefone e a Internet são dos meios de comunicação mais usados nos dias de hoje. Será que a tradicional carta tem os seus dias contados?
Eu espero sinceramente que não, pois é das coisas que mais me dá prazer – fazer e receber. Adoro fazer postais e cartas personalizados, com mensagens à altura de quem os irá receber. E sabe tão bem abrir a caixa do correio quando chegamos a casa e ver que alguém se lembrou de nós! Não se esqueçam de quem gostam! Escrevam cartas, mensagens e postais, desde que o façam com carinho. Ou telefonem, desde que se mantenha sempre o contacto com quem nos é querido, preservando, assim a nossa bela Língua Portuguesa.

Sem comentários:

Enviar um comentário