sexta-feira, abril 04, 2008

Life is now...

Sinto-me viva e nem sei bem porquê...
Sofrida, da Vida.
Sofrida não, madura.
Mas não amargurada.
Com saudades...
Da Vida, do Amor.
Do meu Amor.

Não fiquei ressentida ou com rancor de nada, nem ninguém.
Hoje sinto-me mais livre do que alguma vez tive.
Pura. Vivida. E rica de espírito. Preenchida.

A tudo se sobrevive, menos à Morte.
A Vida dá-nos um certo ímpeto para agarrarmos a Felicidade com as duas mãos.
Aprendi com os erros da Vida.
Amadureci cedo e tive que crescer precocemente.
Ultrapassar obstáculos.
Levantar do chão de cabeça erguida.
Arrependida? Não.
Cada coisa a seu tempo e cada um com o seu próprio tempo.
A Vida assim o quis.

Hoje sei que a Felicidade somos nós que a construimos.
O caminho certo, somos nós que o escolhemos.
O destino, nós o fazemos.
A Vida, essa agarramos com toda a garra.
E o Presente, vivemos apenas.

Cláudia Freitas


PS: Dedico isto ao meu priminho João Eduardo e à Dani, que me relembraram que nunca mais tinha escrito nada... :)
Espero que gostem................



Para quem ainda não percebeu:
Sim, fui eu que escrevi tudo!
Num daqueles momentos de introspecção, improviso e inspiração.
Para quem não conhecia esta minha faceta, cá fica uma pequena amostra... hehehehe

1 comentário: